AUTOMEDICAÇÃO DURANTE O PERÍODO DA PANDEMIA DE COVID-19 ENTRE FEVEREIRO À DEZEMBRO DE 2020 – REVISÃO INTEGRATIVA

SELF-MEDICATION DURING THE COVID-19 PANDEMIC PERIOD BETWEEN FEBRUARY AND DECEMBER 2020 - INTEGRATIVE REVIEW

Home > CIÊNCIAS DA SAÚDE > TRAÇANDO CAMINHOS NA PRÁTICA DE ENFERMAGEM: CONHECIMENTO E CUIDADO


CIÊNCIAS DA SAÚDE Visualizações: 1768
Ano: 2023

Download do Capítulo

COMPARTILHAR
Resumo:

INTRODUÇÃO: A COVID-19 é uma síndrome respiratória viral confirmada em Wuhan, China, em dezembro de 2019. Devido ao potencial letal do vírus, algumas pessoas tentaram resolver a doença de forma rápida e fácil, recorrendo à automedicação. OBJETIVO: Identificar os fatores associados á prática de automedicação durante a pandemia de COVID-19. METODOLOGIA: Trata-se de uma ampla revisão da literatura em que a construção da pesquisa está amparada na questão "Como foi evidenciado a prática da automedicação durante a pandemia no Brasil?”. A pesquisa foi realizada em maio de 2021, utilizando bases de dados como PubMed, SciELO, LILACS e Google Acadêmico, com o uso das palavras descritivas "automedicação durante a pandemia brasileira". RESULTADOS: Oito artigos selecionados indicaram que durante a pandemia, a automedicação foi utilizada com o intuito de  prevenção e tratamento da COVID-19. Isso levou ao uso inadequado de medicamentos como hidroxicloroquina, cloroquina, ivermectina, nitazoxanida, azitromicina e polivitamínicos, suspeitando de tratamento relacionado ao vírus. CONCLUSÃO: O uso incorreto de substâncias pode levar a efeitos colaterais graves, outras doenças e vícios. Por isso, é essencial que equipes multidisciplinares orientem os pacientes a utilizar os medicamentos de forma racional.


Palavra-chave: Automedicação,COVID-19,Pandemia


Abstract:

INTRODUCTION: COVID-19 is a viral respiratory syndrome confirmed in Wuhan, China in December 2019. Due to the lethal potential of the virus, some people tried to solve the disease quickly and easily, resorting to self-medication. OBJECTIVE: To identify the factors associated with the practice of self-medication during the COVID-19 pandemic. METHODOLOGY: This is a broad literature review in which the construction of the research is supported by the question "How was the practice of self-medication evidenced during the pandemic in Brazil?”. The research was carried out in May 2021, using databases such as PubMed, SciELO, LILACS and Google Scholar, using the descriptive words "self-medication during the Brazilian pandemic". RESULTS: Eight selected articles indicated that during the pandemic, self-medication was used for the prevention and treatment of COVID-19. This led to the inappropriate use of drugs such as hydroxychloroquine, chloroquine, ivermectin, nitazoxanide, azithromycin and multivitamins, suspecting virus-related treatment. CONCLUSION: Incorrect use of substances can lead to serious side effects, other diseases and addictions. Therefore, it is essential that multidisciplinary teams guide patients to use medications rationally.


Keywords: Self-medication,COVID-19,Pandemic


Idiomas:


PORTUGUÊS

DOI:


10.48140/digitaleditora.2023.003.7

ISBN:


978-65-89361-19-0

AUTORES :


Francisco Braz Milanez Oliveira
Luís Gustavo Alves de Moura
Ithalo Gomes Garcia Sousa
Washington Luiz Raimundo Gomes Tavares
Geysa Soares de Sepúlvida
Ana Hilda Silva Soares
Wanderlene de Oliveira do Nascimento
Thays Gomes da Silva



Rua Luis Pires de Lima, 3770 – São João
Teresina – PI – CEP: 64.047-020
E-mail: [email protected]

Digital Editora - CNPJ: 37.684.427/0001-66

© 2024 - Digital Editora - Todos os direitos reservados.