DIREITOS SEXUAIS E DIREITOS REPRODUTIVOS EM ADOLESCENTES E JOVENS

SEXUAL RIGHTS AND REPRODUCTIVE RIGHTS IN ADOLESCENTS AND YOUNG PEOPLE

Home > CIÊNCIAS DA SAÚDE > TRAÇANDO CAMINHOS NA PRÁTICA DE ENFERMAGEM: CONHECIMENTO E CUIDADO


CIÊNCIAS DA SAÚDE Visualizações: 1488
Ano: 2023

Download do Capítulo

COMPARTILHAR
Resumo:

Introdução: A saúde sexual é caracterizada por um conjunto entre saúde física, emocional, mental e de bem-estar relacionado à sexualidade. Ao falar em sexualidade, logo correlacionam o termo ao sexo, porém o sexo se refere aos órgãos genitais, masculino e feminino, ou podem ser relacionadas também as relações sexuais. Objetivo: Analisar os conhecimentos, atitudes e vivências em Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos em adolescentes e jovens. Metodologia: Scoping Review, baseado nos procedimentos recomendados pelo Instituto Joanna Briggs. Estabeleceu-se a pergunta norteadora: “Quais evidências científicas mostram que jovens e adolescentes tem acesso aos direitos sexuais e reprodutivos?”. Foram realizadas buscas em três bases de dados nacionais e internacionais sobre trabalhos publicados até 15 de maio de 2023. Dos 316 artigos encontrados, 20 foram selecionados para leitura na íntegra, resultando em uma amostra final de 07 estudos analisados. Resultados: As 07 publicações analisadas foram publicadas de 2018 a 2023 durante período pandêmico, de âmbito nacional e internacional com delineamento de estudos experimentais, do tipo ensaio clínico com randomização. Com a análise do estudo, foi possível analisar que em relação ao conhecimento sobre os direitos sexuais e reprodutivos, os adolescentes do sexo masculino possuem mais conhecimentos sobre os direitos humanos, não sabendo o suficiente sobre direitos sexuais e direitos reprodutivos. Já as adolescentes do sexo feminino detêm mais conhecimentos sobre seus direitos sexuais e reprodutivos. Os jovens conseguem identificar e ter atitudes favoráveis em relação aos DSDR dentro do âmbito da abordagem da sexualidade, no entanto, consideram que suas experiências e atitudes nos DSDR são limitadas, visto que, seus conhecimentos não são suficientes para garantir sua aplicação. Conclusão: Este estudo tem como aprimorar as políticas de saúde e educação para garantir um acesso adequado aos direitos sexuais e reprodutivos dos jovens e adolescentes. Além disso, inclui ações de conscientização, capacitação de profissionais de saúde e educação, além de investimentos em programas e serviços que atendam às necessidades específicas dessa população.

 


Palavra-chave: adolescente,saude,direito,reprodutivo


Abstract:

Introduction: Sexual health is characterized by a set between physical, emotional, mental health and well-being related to sexuality. When speaking of sexuality, the term is soon correlated to sex, but sex refers to the genital organs, male and female, or can also be related to sexual relations. Objective: To analyze the knowledge, attitudes and experiences in Sexual Rights and Reproductive Rights among adolescents and young people. Methodology: Scoping Review, based on the procedures recommended by the Joanna Briggs Institute. The guiding question was: "What scientific evidence shows that youth and adolescents have access to sexual and reproductive rights? Searches were conducted in three national and international databases on papers published until May 15, 2023. Of the 316 articles found, 20 were selected for reading in full, resulting in a final sample of 07 studies analyzed. Results: The 07 publications analyzed were published from 2018 to 2023 during


pandemic period, of national and international scope with experimental study design, of clinical trial type with randomization. With the analysis of the study, it was possible to analyze that in relation to knowledge about sexual and reproductive rights, male adolescents have more knowledge about human rights, not knowing enough about sexual rights and reproductive rights. Female adolescents, on the other hand, have more knowledge about their sexual and reproductive rights. Young people are able to identify and have favorable attitudes towards SRHR within the approach to sexuality, however, they consider their experiences and attitudes on SRHR to be limited, since their knowledge is not enough to ensure their application. Conclusion: This study aims to improve health and education policies to ensure adequate access to sexual and reproductive rights of youth and adolescents. In addition, it includes awareness actions, training of health and education professionals, and investments in programs and services that meet the specific needs of this population.

 


Keywords: adolescent,health,right,reproduvtive


Idiomas:


PORTUGUÊS

DOI:


10.48140/digitaleditora.2023.003.13

ISBN:


978-65-89361-19-0

AUTORES :


Marília Costa Andrade
Simony Sousa da Silva
Kéren Hapuke Arruda Sousa
Aryelle Thalyne Feitosa Façanha
José Linhares Rodrigues Neto
Ana Carla Marques da Costa
Maria Madalena dos Santos Nascimento
Lívio Augusto Monteiro Cruz



Rua Luis Pires de Lima, 3770 – São João
Teresina – PI – CEP: 64.047-020
E-mail: [email protected]

Digital Editora - CNPJ: 37.684.427/0001-66

© 2024 - Digital Editora - Todos os direitos reservados.