USO DE REDES SOCIAIS PARA COMPARTILHAMENTO E DISSEMINAÇÃO DE FAKE NEWS DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19: uma revisão de escopo

USE OF SOCIAL NETWORKS FOR SHARING AND DISSEMINATION OF FAKE NEWS DURING THE COVID-19 PANDEMIC: a scoping review

Home > CIÊNCIAS DA SAÚDE > TRAÇANDO CAMINHOS NA PRÁTICA DE ENFERMAGEM: CONHECIMENTO E CUIDADO


CIÊNCIAS DA SAÚDE Visualizações: 1488
Ano: 2023

Download do Capítulo

COMPARTILHAR
Resumo:

RESUMO: OBJETIVO: Examinar e mapear as evidências cientificas disponíveis sobre o engajamento e compartilhamento de fake News sobre a COVID-19 entre usuários de redes sociais. METODOLOGIA: Este método visa mapear o comparar a proporção ao engajamento de notícias falsas e verdadeiras, como também, classificar os tipos de postagens por tempo, fatos e veículos de compartilhamento. Com base nestas perspectivas, estabeleceu-se a pergunta norteadora: “Quais são as evidências disponíveis na literatura acerca da utilização das redes de comunicação na disseminação de fake news a respeito da pandemia de COVID-19?”. Foram realizadas buscas em duas bases de dados nacionais e internacionais (BVS, WEB OF SCIENCE), sobre trabalhos publicados até o ano de 2023. Dos 519 estudos encontrados, 20 estudos foram avaliados e 11 estudos seguiram por elegibilidade para etapa de leitura do texto completo. RESULTADOS: foram selecionadas 8 publicações dos anos de 2020 a 2023, de âmbito nacional e internacional com delineamento de estudos experimentais, dos tipos: Estudo empírico (25%), análise de conteúdo (50%), transversal (12,5%) e descritivo (12,5%). Os compartilhamentos de desinformações sobre COVID-19 nas redes sociais tinham como principais tópicos a questão da prevenção, tratamento, vacinas contra COVID-19 e formas de contágio. Como também, nas postagens haviam frases e imagens de efeito que induzia ao usuário da rede social acreditar na notícia falsa e o levava ao compartilhamento. CONCLUSÃO: Portanto, a disseminação de fake news sobre a COVID-19 pode ter um impacto significativo na assistência de enfermagem, pois pode levar a confusão, desinformação, falta de confiança nos profissionais de saúde, dificultando os profissionais em fornecer orientação precisas, e até mesmo comportamentos perigosos por parte dos pacientes. Com isso, as fake news afetaram diretamente a assistência de enfermagem ao promover informações falsas sobre tratamentos e medidas de prevenção, afetar negativamente a saúde mental dos pacientes e sobrecarregar o sistema de saúde.


Palavra-chave: Mídias sociais,COVID-19,Compartilhamento,Fake News,Pandemia


Abstract:

ABSTRACT: OBJECTIVE: To examine and map available scientific evidence on engagement and sharing of fake news about COVID-19 among social media users. METHODOLOGY: This method aims to map and compare the proportion of false and true news engagement, as well as classify the types of posts by time, facts and sharing vehicles. Based on these perspectives, the guiding question was established: “What evidence is available in the literature about the use of communication networks in the dissemination of fake news regarding the COVID-19 pandemic?”. Searches were carried out in two national and international databases (BVS, WEB OF SCIENCE), on works published until the year 2023. Of the 519 studies found, 20 studies were evaluated and 11 studies were followed by eligibility for the full-text reading stage. RESULTS: 8 national and international publications were selected from 2020 to 2023, with the design of experimental studies, of the types: Empirical study (25%), content analysis (50%), cross-sectional (12.5%) and descriptive (12.5%). Shares of misinformation about COVID-19 on social networks had as their main topics the issue of prevention, treatment, vaccines against COVID-19 and forms of contagion. Also, in the posts there were phrases and effect images that induced the user of the social network to believe in the false news and led him to share. CONCLUSION: Therefore, the dissemination of fake news about COVID-19 can have a significant impact on nursing care, as it can lead to confusion, misinformation, lack of confidence in health professionals, making it difficult for professionals to provide accurate guidance, and even even dangerous behavior on the part of patients. As a result, fake news directly affected nursing care by promoting false information about treatments and prevention measures, negatively affecting the mental health of patients and overloading the health system




Keywords: Social media,COVID-19,Sharing,Fake News,Pandemic


Idiomas:


PORTUGUÊS

DOI:


10.48140/digitaleditora.2023.003.6

ISBN:


978-65-89361-19-0

AUTORES :


Francisco Braz Milanez Oliveira
Weslley Guilherme Lima Caldas
Kátia Sena de Arruda
Lilia Beatriz Barros Da Silva
Juliana Kelly da Silva Souza
José Elias Duarte da Silva
Ana luiza de Sousa Aguiar
Jadson Vinícius Nascimento Oliveira
Luiz Carlos da Silva Saldanha



Rua Luis Pires de Lima, 3770 – São João
Teresina – PI – CEP: 64.047-020
E-mail: [email protected]

Digital Editora - CNPJ: 37.684.427/0001-66

© 2024 - Digital Editora - Todos os direitos reservados.